História da Série C mostra que decidir acesso em casa não é preponderante

Sem categoria Nenhum comentário em História da Série C mostra que decidir acesso em casa não é preponderante

Passadas 12 das 18 rodadas da fase de classificação da Série C, já se pode ter ideia sobre quem briga por vaga no mata-mata e quem luta contra o rebaixamento. Mas não só as quatro vagas de cada grupo estão em disputa. Há equipes que almejam ficar entre os dois primeiros lugares para ter a vantagem de decidir o acesso em casa.

Mas será que jogar a partida de volta como mandante é uma vantagem tão decisiva assim? O Blog do Panzza responde que não.

Desde que a Série C foi remodelada e passou a ter 20 clubes, tivemos 28 confrontos de ida e volta que valeram o acesso à Série B. E quem decidiu em casa ganhou apenas a metade dos duelos, índice de aproveitamento muito abaixo do que se poderia imaginar. Portanto, é racional admitir que decidir em casa não foi fator preponderante para a conquista dos acessos obtidos nas últimas oito edições da Terceirona.

Na verdade, o que parece ser decisivo mesmo é vencer o primeiro jogo do mata-mata. Das 17 vezes em que houve um vencedor no jogo de ida, em apenas 3 quem ficou em desvantagem conseguiu passar para as semifinais e por conseguinte conquistar um lugar na Série B do ano seguinte.

Author

Leave a comment

Back to Top